Abdominoplastia

plastica1

O que é Abdominoplastia?

Com o envelhecimento, gravidez ou grandes perdas de peso, podemos ter um excesso localizado de gordura e pele. Em alguns casos a flacidez pode até causar  que a pele da barriga caia sobre o púbis (abdômen em avental). A abdominoplastia é a cirurgia que visa corrigir esta alteração.

Qual a diferença entre a abdominoplastia e miniabdominoplastia?

Nas pacientes em que o excesso de pele abaixo do umbigo é pequeno, não é possível realizar a abdominoplastia, mas pode ser feita a miniabdominoplastia a qual, quando indicada corretamente, tem excelentes resultados.

Como é feita a cirurgia?

A técnica das duas é muito parecida. Inicialmente fazemos a lipoaspiração do flancos (laterais), dorso e parte superior do abdômen, para conferir uma melhora do contorno corporal. Depois é feita uma incisão (corte) na parte inferior do abdômen na altura da cicatriz da cesárea, que se estende, no caso da abdominoplastia, até a crista ilíaca (aquele ossinho na lateral da barriga). Já na miniabdomenoplastia, a cicatriz será menor. Em seguida, descolamos a pele e a gordura dos músculos do abdômen até a região do tórax. Neste momento, é feita a plicatura da musculatura do abdômen e o excesso de pele que resulta deste descolamento é removido, e a ferida suturada (pontos para fechar).

O que é plicatura da musculatura?

A musculatura de cada lado do abdômen pode ficar afastada por vários motivos, sendo o mais comum deles, a gravidez, gerando o aspecto de “estômago alto”  que precisa ser corrigido. A técnica implica em dar pontos em toda a musculatura do abdômen para unir um lado ao melhorando assim, o contorno corporal da paciente.

A cicatriz é muito visível?

Apesar de ser longa, a cicatriz não é muito visível pois é facilmente escondida no traje de banho ou pela roupa intima.

Qual o tipo de anestesia?

Geralmente a anestesia peridural é a mais utilizada, porém pode-se aplicar também a anestesia geral, dependendo do caso.

Quanto tempo de internação?

O tempo de internação é de um dia. Interna-se no dia e a alta é dada no dia seguinte.

Minhas estrias serão removidas?

Depende, se as estrias forem localizadas na região abaixo do umbigo, sim, pois é o local onde o excesso de pele é removido, mas as que estão localizadas acima do umbigo permanecerão

Tenho que utilizar o dreno?

Sim, sempre colocamos dreno no abdômen, que normalmente é retirado no dia seguinte antes da alta. Mas se o valor da drenagem for muito alta, podemos dar alta ao paciente com o dreno, com as devidas orientações.

Quais os cuidados no pós-operatório?

O paciente deve manter a cicatriz seca e limpa. A cinta modeladora deverá ser utilizada por um período de 60 dias, sendo que no primeiro mês, é necessário utlilizá-la 24 horas por dia, e, nos últimos 30 dias, apenas por meio período, ou pela manhã ou pela noite. Atividades físicas  e contato com o sol, não são indicadas por um período mínimo de 60 dias.

Preciso fazer drenagem linfática?

Sim, como geralmente se faz lipoaspiração associada, a drenagem linfática é obrigatória para obter bons resultados.

Quais são as complicações?

Pode-se ocorrer hematomas (acúmulo de sangue), seromas (acúmulo de líquido), infecções , cicatriz inestética (queloide) e raramente sofrimento da pele (necrose). A necrose tem risco maior nas pacientes fumantes, diabéticas e em especial se tiver outra cicatriz na parte superior do abdômen.

O que ocorre se engravidar após a cirurgia?

O ideal é realizar a abdominoplastia apenas após constituir completamente as famílias, pois, no caso de nova gestação, o resultado da cirurgia pode ser bastante prejudicado e facilitar o aparecimento de estrias.

 

Powered by WordPress | Designed by: Dog Groomer | Thanks to Assistant Manager Jobs, Translation Jobs and New York Singles