Lipoaspiração e Lipoescultura

O que é a Lipoaspiração?

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico utilizado para remoção de gordura localizada em excesso. A lipoaspiração não deve ser confundida como método para perder peso, pois essa não é sua intenção, ela é uma técnica que remove excessos localizados, melhorando o contorno corporal.

Como é feita a cirurgia?

Em ambiente adequado, preferencialmente no centro cirúrgico.sob anestesia é realizada uma incisão (pequeno corte), por onde é injetado soro com adrenalina. A adrenalina é uma substância que diminui o sangramento durante o procedimento. Depois é introduzida, pelo corte, uma cânula (tubo oco com vários furos) que é conectado a um aparelho que produz aspiração. Com movimentos delicados e repetitivos se faz a remoção da gordura localizada.

Existe diferença entre lipoaspiração, Hidro lipo, Lipo lite?

São todas baseadas nas mesmas técnicas cirúrgicas, todas incluem a injeção de líquido para diminuir sangramento, mas a hidro lipo, lipo lite ou lipo de Beverly Hills são realizadas no consultório médico, apenas com anestesia local e só podem ser realizadas em pequenas áreas de cada vez, fazendo necessário mais de uma sessão para completar todas as áreas desejadas. Esses nomes não passam de uma jogada de marketing querendo que estas técnicas sejam diferentes da lipoaspiração, mas como já falado, trata-se essencialmente da mesma técnica cirúrgica.

Quais áreas podem ser lipoaspiradas?

 

Pode ser realizado na barriga (abdômen), flancos (pneuzinhos), culote, submento (papada), perna, joelho e braço. Em resumo qualquer local que tenha excesso de gordura.

Qual o volume de gordura que pode ser retirada?

 

O nível considerado seguro é de 5% a 7% do seu peso, o que significa que para uma paciente de 60 kg, pode ser removido 3 a 4,5 litros de gordura.

Onde é realizado?

Geralmente é realizado em centro cirúrgico, em unidades hospitalares que possuem suporte de CTI, em caso de qualquer necessidade, mas pequenas áreas podem ser tratadas no consultório, desde que sejam seguidas algumas regras de segurança estabelecidas pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O importante é sempre oferecer segurança ao paciente.

Qual o tipo de anestesia?

Habitualmente é feita a peridural ou geral, nas pequenas áreas podem ser feitas com anestesia local, mas a rotina é peridural em centro cirúrgico.

Quais são os riscos?

Todo ato cirúrgico possui riscos, mas na lipoaspiração, além de raras, são sem maior risco, como hematomas (acúmulo de sangue), seromas (acúmulo de líquido) e pequenas assimetrias ou irregularidades, que são facilmente tratados.

Quais são os cuidados no pré-operatório?

O paciente deverá ser avaliado no consultório para se determinar qual a melhor conduta cirúrgica a ser tomada e também é solicitado o risco cirúrgico, que é composto por exames de sangue e uma avaliação de um cardiologista. Vale lembrar que a lipoaspiração não é um método para emagrecer e sim um a técnica para melhorar a silueta.

Quais são os cuidados que devem ser tomados no pós-operatório?

Inclui repouso, limpeza das incisões e não pegar sol por 60 dias para evitar manchas. Existem duas grandes regras no pós-operatório: a primeira é que é necessário usar um cinta modeladora, feita de uma malha elástica por 60 dias, nos primeiros 30, de dia e à noite e, nos últimos, só à noite; e a segunda é a realização de sessões de drenagem linfática, que visam diminuir o acúmulo de líquido e auxiliar na cicatrização mais uniforme. Este procedimento é fundamental para obter o melhor resultado.

Quanto tempo necessito de repouso?

O tempo é diretamente proporcional ao tamanho da área. Dependerá do tamanho da lipoaspiração. Mas, mesmo nos casos de lipoaspirações maiores, o paciente pode retornar ao trabalho depois de 7 a 10 dias da cirurgia. Vale lembrar também que não deve pegar peso ou fazer atividade física rigorosa dentro do prazo de 45 a 60 dias.

É necessário fazer drenagem linfática após a cirurgia?

Gosto de falar às pacientes que a drenagem linfática é parte da cirurgia, pois é sempre necessária. As áreas afetadas pela cirurgia têm tendência a formar nódulos, estes são desfeitos durante a drenagem linfática, que também reduz mais rápido o edema, levando a um melhor resultado.

 

 

Powered by WordPress | Designed by: Dog Groomer | Thanks to Assistant Manager Jobs, Translation Jobs and New York Singles